Aprovado no no edital “APP pra Cultura 2017” do MINC (Ministério da Cultura), o projeto A CineastA tem como objetivo ser “uma base de dados de obras audiovisuais brasileiras dirigidas por mulheres cis e trans em formato de aplicativo”, facilitando o acesso público a estas obras e, consequentemente, ampliando as possibilidades de conhecimento e difusão da produção audiovisual brasileira.

A plataforma, Idealizada pela pesquisadora Ana Heloiza Pessotto (doutoranda em mídia e tecnologia pela UNESP) após uma pesquisa sobre A Lei da TV Paga de 2011, já conta com cerca de 400 títulos cadastrados entre médias e curtas-metragem, longas-metragem, programas de TV, websérie, videoclipes e outros.

A base de dados estará disponível para consulta via APP em Junho.

Confira o site do projeto: http://acineasta.com.br